Pages

Monday, July 4, 2011

Heart box

click the image

 Wood fired, 1300ºC, glazed inside.

"...Um minuto e uma gota de mim
tranquilizam o meu cérebro:
eu acredito que torrões de barro
podem vir a ser lâmpadas e amantes,
que um manual de manuais é a carne
de um homem ou mulher,
e que num ápice ou numa flor
está o sentimento de um pelo outro,
e hão-de ramificar-se ao infinito 
a começar daí
até que essa lição venha a ser de todos,
e um e todos nos possam deleitar
e nós a eles."


"...A minute and a drop of me settle my brain,
I believe the soggy clods shall become lovers and lamps,
And a compend of compends is the meat of a man or woman,
And a summit and flower there is the feeling they have for each other,
And they are to branch boundlessly out of that lesson until it
becomes omnific,
And until one and all shall delight us, and we them."


Walt Whitman, in Song of Myself, part 30

26 comments:

  1. Ola querida que bom que gostou das fotos,logo tem muuuito mais,fica ligadinha,bjokas e obrigado pelo carinho.

    ReplyDelete
  2. Lindo o poema. Amei.

    Obrigada pela visitinha flor, volte sempre. Adorei aqui, não poderia deixar de seguir.

    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/

    http://olhaotititi.blogspot.com

    Beijinhos querida, tenha uma ótima semana!!!

    ReplyDelete
  3. Acácia Linda póstagem..linda sua arte, lindo poema escolhido, linda vc!!
    Bj

    Ma

    ReplyDelete
  4. Obrigada pelo carinho, pela visita meninas! Bjs! A.

    ReplyDelete
  5. Acácia..falta UM! rs

    É um selinho verde..esta ao lado dos meus seguidores..é o segundo..embaixo dele vc vai ver escrito os nomes dos blogs.

    Se quiser te mando por email.deixe recado nos coments ok?
    bjkas

    Ma

    ReplyDelete
  6. Lindo poema, e a imagem é lindíssima, Um arte bem definida. Parabéns pelo trabalho! Um beijo.

    ReplyDelete
  7. Olá Acácia!

    Parabéns pela arte, em todas suas formas.
    E eu é que sou grato por seu selo ter chegado à mim. Muito obrigado, principalmente pela visita agradável.

    Um abraço!

    ReplyDelete
  8. Acácia,
    Você é sempre brilhante em suas obras e postagens.
    Te admiro muito.
    Beijokitas.

    ReplyDelete
  9. Lindo poema, linda peça, linda...Delicadamente trabalhada e ao mesmo tempo maravilhosamente bruta. Um encanto, como você...=)
    Adorei meu selinho aqui...E o carinho das palavras junto com ele...=)
    Boa semana.
    Bjs

    ReplyDelete
  10. Linda peça, e o poema se encaixa bem na dualidade dessa "heart box" - tipo que estou conhecendo agora.
    Não foi Withman que, acusado de contradizer-se, declarou: "Eu encerro multidões"?
    Abraços, artesã / artista. Arrisco dizer que você também guarda muitos dentro de si.

    ReplyDelete
  11. Um poema diferente e, de certa forma, charmoso. Um abraço, Yayá.

    ReplyDelete
  12. Acá, amei.....como sempre, tudo muito poético e belo!! Amo tudo que faz.....vc sabe!! Parabéns!!!bjs mil

    ReplyDelete
  13. Ma, obrigada pela ajuda, deu certo! rs* Bjs querida,A.

    Smareis querida, obrigada pelo carinho! Bjs mil. A.

    Poeta Insano, seja bem-vindo! Visita-lo é um prazer. Bjs. A.

    Vera Lúcia, sua visita é sempre muito gentil, suas palavras sempre um carinho. Bjs e flores.A.

    Paula, sua sensibilidade me toca. Bjs querida amiga. A.

    Rodolfo, vc percebe tudo, acho isso genial. E é fato, trago em mim muitas possibilidades. Talvez não tantas quando o grande poeta americano, mas algumas com certeza! rs* Bjs querido! A.

    Yayá, cheguei a Walt Whitman, há muitos anos atrás, através de Fernando Pessoa (Poema Saudação a Walt Whitman). Este poema que aqui postei é uma celebração de tudo que há no universo, do insignificante ao notável sem barreiras de descriminação... Diferente de Pessoa (Álvaro de Campos, que eu adoro), que duvidava da utilidade da própria existencia...Em fim, poderiamos conversar durante horas sobre isso. Beijos e obrigada por ter vindo. :-)

    Bethinha, baixinha do meu coração, sou sua fã! Bjs mil! A.

    ReplyDelete
  14. Boa tarde amiga,
    abrigada pelo apoio e pelo sua presença no meu cantinho!
    Lindo post gostei muito!
    abraço amigo
    maria Alice

    ReplyDelete
  15. Amiga vim para agradecer a su carinhosa presença lá no meu cantinho.
    Muito obrigada! Tenha um lindo final de tarde!
    abraço amigo
    maria Alice

    ReplyDelete
  16. Hoje, às 20:00, estarei postando no Sete Ramos uma homenagem especial. Sua presença é requerida com afinco. Beijo.

    ReplyDelete
  17. eii Acacia
    ameii seu blog!!!
    e já to seguindo ;)
    vou aproveitar pra deixar o meu blog aki tbm
    http://coiisinhasdaluh.blogspot.com/
    se puder dá uma passadinha lá e me segue tbm
    bjos.

    ReplyDelete
  18. Linda peça; parabéns! Seu texto, sobretudo, exprime que a arte tem esse poder de transformar "torrões de barro" em "lâmpadas e amores". Através da arte, estaremos em sintonia, a despeito de qualquer distância. Bjs!

    ReplyDelete
  19. Que maravilha, Acacia! Tanto a peça quanto o texto.
    Bjs.

    ReplyDelete
  20. Oi Acácia, vim conhecer tão doce menina cantada por RR Barcellos, e eis que encontro outra artista que une poesia com peças artesanais.

    Isso realmente faz de mim tua fã, posto que poemas(para mim), são "esses minutos e gotas" que traquilizam meu cérebro.

    Excelente mistura!
    Parabéns pelo blog. Parabéns pelo trabalho.
    um beijo, querida Acácia!

    ReplyDelete
  21. Olá, menina!

    Também eu vim até aqui pelas maravilhosas mãos poéticas de Rodolfo Barcellos - figura generosa e ímpar que a todos nós vem encantando com seus sonetos, suas odes, e quiçá, amiga, logo logo uma ODISSEIA!

    Um beijo, Acácia, com afeto e admiração já grandes, pela pessoa que você é e pela artista que sempre existiu dentro de você!

    Curta bastante esse momento mágico, esse soneto lindo dedicado a ti...
    Você é merecedora, moça linda!

    *Ah, belíssima canção de Withman.
    Parabéns a você!

    ReplyDelete
  22. Bonita definicao!
    Seu cantinho parece o da Ma, que articula palavras bonitas com pecas mais ainda!

    Beijos

    ReplyDelete
  23. Nossa, que maravilha! Uma surpresa, uma delícia, me trouxe umas lembranças de quando fui a Paraíso.
    E as palavras, numa sintonia ímpar com a peça, como em todos as tuas postagens. Cheias de sincronicidade e beleza.

    Muitos beijos,
    Déby.

    ReplyDelete
  24. Oi Acácia!
    Poxa, fico feliz de meu blog ter despertado o seu interesse! Espero muito poder contar com sua presença no meu blog mais vezes e assim irmos mantendo contato, que tal?

    Olha fiquei com vontade desse doce...(viciada em chocolate mode on) . Parabéns pelo blog, gostei muito dele e estou seguindo!
    bjs
    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ReplyDelete
  25. Olá, Acácia, voltei para dizer quem eu também te ofereço flores (acácias) em meu blog que vc visitou: Anjo de Prata.
    Passe por lá para retirar, são suas as flores.
    Beijo, com carinho e admiração!

    ReplyDelete

Obrigada por deixar seu comentário!
Thank you for your comment!