Pages

Saturday, April 16, 2016

Thoughts



Muitas de minhas cerâmicas, vão parar em nichos especiais em seus novos lares. Lugares de destaque. Apesar de, como já disse, preferir que eles façam parte da dança cotidiana. O que recentemente me levou a ouvir: "essa caneca me distrai, preciso de tempo para tomar café nela, por isso ela fica ai, para me lembrar que preciso de um tempo para mim". 

Curioso? Seria... Se não fosse este olhar que eu desejasse, um modo de interação diferente com um objeto cotidiano, uma gentil provocação pela qual não se possa passar desapercebidamente.

E é um pouco sobre isso e muito mais, que esta importante palestra de Pete Pinnells, no NCECA (Kansas City, 2016) fala. Foi um privilégio estar presente! 
E é com alegria que compartilho com vocês e chamo os colegas a repensarem velhos conceitos e preconceitos.

A evolução no campo do pensar e elaborar o fazer cerâmico necessita de avanços entre nós ceramistas. 

E convido aos apreciadores da cerâmica, para se disponibilizarem a ampliar seus níveis de exigência, conhecimento, e desta forma continuarem dando apoio para a comunidade cerâmica brasileira.


Segue o link, assista: 






No comments:

Post a Comment

Obrigada por deixar seu comentário!
Thank you for your comment!