Pages

Monday, November 14, 2011

Perversa Travessa




Vazia travessa, diga depressa, qual a fome que nunca cessa?
- A que a língua saliva e a alma atravessa, 
 natureza inconfessa.

A.A.

7 comments:

  1. Que lindo e profundo!!!Linda peça!beijos, ótimo feriado!beijos,chica

    ReplyDelete
  2. Acacia...

    Nada de pervera..simplesmente lindA!!

    BJ

    ReplyDelete
  3. Olá Acácia. Belo trabalho! Amei as peças! Tons e testura perfeita e linda rima. Passando por aqui para desejar um ótimo feriado com muita paz pra vc! Desculpe a falta! Estarei sempre por aqui. Bjos!

    ReplyDelete
  4. A elegância de um disco que corta o ar no seu percurso...!

    ReplyDelete
  5. Acácia,

    Lindíssimos trabalhos! Post harmonioso, arte bela e versos não menos! Parabéns!
    Obrigada pelo link. Também fiz link com seu blog.
    Girassóis nos seus dias. Beijos.

    ReplyDelete
  6. Lindíssimo Acácia!
    Fez-me lembrar aquele verso do Manuel Bandeira que diz: o dia vem, e dia adentro, continuo a possuir o segredo grande da noite.
    Tua peça é perfeita em conceito e beleza,
    um abração pra ti.

    ReplyDelete

Obrigada por deixar seu comentário!
Thank you for your comment!